quinta-feira, 11 de março de 2010

Dois poemas para Castro

(se quiser pode ler mais embaixo os motivos...)

esta cidade
guarda segredos de mim
metade floresta
metade jardim.
perfume floral
na brisa de março
- 306 anos em Castro


--o--

(que os anjos me carreguem)


sacola de nuvens
repleta de astros
flores silvestres
estrelas sucessivas
no luar de Castro

Toninho Vaz

5 comentários:

Leila Pugnaloni disse...

...bonitos mesmo, os poemas, Toninho...também estarei em Castro orientando oficina de desenho com a turma do ano passado, dia 18/03... pé na estrada...coração no Céu...

FERRIÓL CABANAS PERSONAL COACHING (031) 9913-2867 disse...

Belíssimos poemas castrestelares.
Saudades do meu Paraná.
Parabéns.
Visite meu blogue:
www.fcabanas.blogspot.com
Abraços.

valéria tarelho disse...

sucesso amanhã, em Castro!

divulguei no Twitter e Facebook, espero que quem estiver para esses lados compareça. e cresça!

gosto muito desse seu lado poeta. mandou muito bem!

beijo!!!

val

Maria Ercília disse...

Lindos os poemas! Nos dê mais disso.

retta disse...

Dá-lhe aí, sócio!!!